terça-feira, 18 de maio de 2010

Ciganos Egípcios - Simbologia

Santa Sara Kali


"KASTAR THI AJU KERÁS KOTÇAR ANKREL"/Romanês-
(DE ONDE NÃO SE ESPERA É QUE SAI)

Muitos livros dizem que a India é o berço dos ciganos. Mas, nas minhas pesquisas sobre simbologia, encontrei escritos de uma cigana que conta histórias dos seus antepassados egípcios.

"- Atenção peço, senhores,

para esta breve leitura:

somos ciganas do Egito,

lemos a sorte futura."

(João Cabral de Melo Neto, in Vida e Morte Severina)

Muita religiosidade egípcia ainda está presente nos costumes e tradições desses ciganos: - os deuses egípcios do período pré-histórico tinham a forma batráquia ou de serpentes; ambos geravam um ovo, colocado numa elevação que emergira do Caos, nascendo o mundo. Estes símbolos fazem parte das cartas ciganas; - os egípcios cultuam seus mortos através de rituais, assim como os ciganos. A cabala, a pirâmide, as cartas estão presentes na magia do povo cigano.

O povo cigano traz tatuado em sua história o que foi transmitido por seus ancestrais via oral. Pois, muitos deles não sabiam escrever. Segundo esta cigana, após milênios de escravização egípcia, através de uma diáspora, o povo cigano seguiu pelo mundo levando a sabedoria dos seus ancestrais. Na separação e divisão em 7 clãs, foi firmado um pacto em que se estabelecia manter, a todo e qualquer custo, as tradições, costumes e idioma.(Uma ressalva: existem muitos ciganos que se dizem ciganos, entretanto, não seguem a risca a cultura e filosofia cigana).

No Brasil, os primeiros ciganos chegaram com outros "degredados" da Metrópole, em 1574. Depois em 1808 vieram mais autonomamente acompanhando o séquito de D. João VI.

Filosofia Cigana:

FELICIDADE
Um campo aberto, um luar, um violão, uma fogueira, o canto do sabiá e a magia cigana. Somos os verdadeiros boêmios da vida.

ORGULHO
É saber que nunca participamos de guerras, que nunca nos armamos para matar nossos semelhantes. Somos os menestréis da paz.

AMOR
Amar é vivermos em comunidade, é repartir nosso pão, nossas alegrias e até mesmo nossas aflições.

LEALDADE
É não abandonar nosso irmãos quando mais precisam. É nunca negar o ombro amigo, a mão forte e o incentivo à vida.

RIQUEZA
É termos o suficiente para seguirmos pela estrada da vida.

NOBREZA
É fazermos de cada humilhação um incentivo ao perdão.

HUMILDADE
Não importar-se em ser súdito ou nobre, importar-se apenas em saber servir.

CRENÇA
A padroeira universal do povo cigano é a santa cigana Sara Kali.
Conta a lenda que Maria Madalena, Maria Jacobé, Maria Salomé, José de Arimatéia e Trofino, junto com Sara, uma cigana escrava, foram atirados ao mar pelos judeus, numa barca sem remos e sem provisões. As três Marias, desesperadas em alto mar, e já sem esperanças de sobreviver, puseram-se a rezar e a chorar. Nesse momento, Sara retira seu Lenço (Dikiô) da cabeça, chama por Jesus Cristo (Kristesko) e promete que, se todos se salvarem ela seria escrava do Senhor e jamais andaria com a cabeça descoberta, em sinal de respeito. Promessa que foi cumprida até o final dos seus dias. Milagrosamente a barca, sem rumo, atravessou o oceano e aportou em Petit-Rhône, hoje a Saintes-Maries-de-La-Mer.

SANTA SARA KALI - A Padroeira Universal dos Ciganos

Kali, em romanês, quer dizer negra. As comemorações (Slava) de Sara Kali são nos dias 24 e 25 de maio. Nessa ocasião é oferecido um banquete para a santa dos ciganos. Sua imagem é colocada no centro da mesa junto ao pão (Manrô) redondo, que é furado no meio, onde colocam um punhado de sal junto com a vela. Esse pão é posto em uma bandeja cheia de arroz cru, para chamar saúde e prosperidade e, ao término do almoço, ele é dividido entre os convidados pelos donos da casa, junto com estas palavras de bênçãos:


"THIE AVÊS THIAILÔ LOM, MANRÔ TAI SUNAKAI"

(QUE VOCÊ SEJA ABENÇOADO COM O SAL, COM O PÃO E COM O OURO)

Santa Sara Kali também é cultuada pelas ciganas que possuem dificuldade em gravidar. Em sinal de agradecimento pela gravidez conseguida, as ciganas fazem vigília e levam lenço para Sara Kali em sua cripta em Saintes-Maries-de-La-Mer.


"KAMAL TUMENGUE SAR O MISTIMÔS LA LUMIACO"

(QUERO PARA VOCÊS O QUE O MUNDO PODE OFERECER DE MELHOR)

*fonte: O verdadeiro oráculo cigano - Rorarni.

segunda-feira, 3 de maio de 2010

Mulheres Arianas (21 de março a 20 de abril)



Uma Mulher Vestida de Vermelho Púrpura


Eis que surge do princípio ígneo
Do fogo central do planeta Terra
Uma guerreira governada por Marte
Personificação do “EU SOU”
Uma ariana vestida de vermelho púrpura
Acompanhada por uma águia imperial
Por excelência, tua guardiã
Coroada por uma jóia de rubi
Que traz no centro uma Rosa dos Ventos
Seu cabelo liso esta repleto de flores lilases
Que caem sobre seus braços como cascatas
Formando matizes que chegam até a cor violeta
Na sua mão direita traz o RAM
O cetro com a cabeça de carneiro
Evidenciando todo o seu poder mental
Na sua mão esquerda, a do coração
Segura uma orbe feminina de Vênus
Coroada pela Cruz de Malta indicando
Sua força trazida desde tempos remotos
No seu vestido acetinado em tons negros
Está desenhado um triângulo acima de uma cruz
Símbolo alquímico da energia criativa veloz
Como as chamas que queimam as paixões
Do seu pescoço sai um cordão de platina
Trazendo uma bigorna, símbolo de tenacidade,
Vontade inicial e progresso existencial
No meio quadrangular aparece a quaternidade
Que surge nos conhecimentos esotéricos
Dos pontos cardeais, das lunações
Dos mundos cabalísticos, das psiques
Dos aspectos fundamentais dos seres humanos
Seus pés descalços caminham pela Estrela da Consciência
Entre a força oculta e a força mais pura da vitória
Chamando a humanidade para a espiritualidade
De um jardim de flores-de-lis encantado
Por salamandras ruivas e faíscas rubras à brincar
Essa Ariana vestida de vermelho púrpura
Guardiã do mistério da eternidade da vida
Iniciada no sublime amor Universal
Renasce todos os dias
Como uma fênix
Em cada pôr-do-sol!

 
Helen De Rose
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...