quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Dicionário Zen


Água: emoções; profundidade; intuição; fluidez; o não-manifestado; potencial; purificação; útero e nascimento; o dar à luz.

Águia: inspiração; força; autoridade; líder espiritual; uma ponte entre o céu e a terra; masculino; solar; expressivo.

Arco-íris: ponte entre céu e terra; conceito espiritual + manifestação física; espectro completo de possibilidades.

Árvore: nutritivo; condição de enraizado; abundância; abrigo; tranquilidade; força; resistência.

Asas: liberdade; voo rumo ao desconhecido; o poder de transcender o mundano.

Borboleta: transformação; prontidão para voar; leveza; transitoriedade; fragilidade.

Buda: perfeição; pura consciência; auto-realização; suprema sabedoria; compaixão; tranquilidade; transcendência da dualidade.

Cabelos: Longos e lisos: energia; liberdade de pensamento (inspiração); força vital; virilidade. Raspados: renúncia à parte física. Desalinhados: confusão; infelicidade.

Camelo: satisfação consigo mesmo; inconsciência; tolice temperamental.

Círculo: espaço puro; espírito; totalidade; inteireza; feminilidade; sem começo e sem fim; auto-suficiente; céu.

Cores: Violeta: inteligência; equilíbrio; equanimidade. Vermelho: força; energia; fogo; o sol; paixão; sexualidade; masculino; princípio ativo. Cor-de-rosa: amor; perfeição. Dourado: verdade; iluminação; esplendor. Branco: pureza; perfeição; inocência; iluminação; sacralidade; simplicidade; yang. Preto: vazio; morte; tempo; noite; frio; yin. Azul: água; frieza; profundidade; espaço; céu. Cinza: nuvens; mudança; neutro (capaz de movimentar-se em qualquer direção); entre escuro e claro. Verde: natureza; abundância; primavera; renovação; criatividade. 

Coroa: de folhas, de flores usada na cabeça: sucesso; realização na esfera material.

Corrente: condições; limitações; fronteiras.

Criança: potencial; simplicidade. inocência; alegria; perfeição; transmutação.

Cristal: percepção; clareza.

Espiral: fertilidade; a fonte de regeneração; um vórtice; a força criativa.

Faca/Espada: divisão; poder; agressão; mental; atalho (no sentido de clareza).

Fogo: transformação; poder; energia; força; paixão; purificação; inspiração; masculino; solar.

Folhas: Verdes: fertilidade; regeneração. De outono: tolerância; maturidade.

Flores: pleno desenvolvimento de potencialidades; expansão; aberto e compartilhador.

Fruta: suculência; fertilidade; essência.

Golfinho: espírito brincalhão; inteligência; sensibilidade; gentileza; alegria.

Halo: luz da verdade; radiância, energia vital.

"Hara": o centro da energia vital no corpo, logo abaixo do umbigo; centro da força vital.

Lagarto: sabedoria; segredo; silêncio.

Leão: coragem; poder; individualidade.

Lótus: Flor: o produto da união de opostos - luz (sol) e trevas (água); símbolo do espírito e da transformação. Folha: perfeição; desdobramento espiritual.

Louva-a-deus: espírito brincalhão; questionamento não-sério.

Lua: Mistério; renovação perpétua (fases da lua ou lunações); conhecimento interior. Lua cheia: iluminação; magnetismo feminino.

Lua + Sol: céu e terra; o matrimônio sagrado; ouro e prata.

Macaco: transformação;  caloteiro; curiosidade.

Mão: vazia: aberto; receptivo; feminino.

Noite/Escuridão: desconhecido; vazio.

Nudez: inocência; natural; isento de vergonha.

Nuvens: a mente (natureza mutável da mesma); esconder ou encobrir; luz e claridade; bênçãos ocultas; opressão; peso ou leveza + não-seriedade; amorfo.

Octógono: número de regeneração; renascimento.

Olhos: Abertos: consciência. Fechados: olhar interior ou sonolência.

Ovelhas: condicionamento; 'status quo'; "a multidão".

Pássaro: espírito do ar; imaginação; possibilidades; felicidade; "a alma"; adentrando um estado de consciência mais elevado.

Ponteiro/Cetro: apoio; autoridade; viagem.

Quadrado: o que é manifesto; conhecido; forma estável.

Quebra-cabeça: o jogo da vida; o quadro global composto de muitas peças pequenas.

Relâmpago: raio; revelação; choque; poder divino; iluminação.

Rochas: desafios; barreiras; inflexível.

Roda: o tempo; destino; karma; mudança.

Rosa: Coração. Rosa + espinhos: perfeição/paixão.

Sem cabeça: não-mente - além do pensamento.

Serpente: rejuvenescimento; sexualidade; dissimulação; totalidade; auto-suficiência; o fim é o começo.

Sol: poder; divindade; esplendor; sabedoria; iluminação; masculino; fonte de vida.

Taça: aberto; receptivo; feminino; o coração.

Tartaruga: auto-suficiente; à vontade na água (emoções) e na terra (a parte física).

Tigre: autoridade; riqueza e realização.

Tocha: vida; verdade; imortalidade; inteligência.

Triângulo: Natureza; tríplice do universo. Triângulo apontando para cima: vida; calor; masculino; espiritual.
Triângulo apontando para baixo: lunar; feminino; receptivo; frio.

Vênus: amor; paixão; criatividade; feminilidade; imaginação; sexualidade.

Véu: ilusão; maya; escuridão; ignorância.

Yin/Yang: A complementação dos opostos. O lado negro/yin: profundidade; escuridão; o não-manifesto; alma; intuição; flexível; noite; feminino. O lado branco/yang: ativo; dia; masculino; o que é manifesto; expansivo; racional. Os dois juntos: um equilíbrio perfeito das das forças universais primárias. 

Zodíaco: ciclo de transformação; interligação da existência (céu e terra). o mundo dos fenômenos.


Fonte: O Tarô Zen de Osho. - Editora Cultrix.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...